Roleta colorida
Sustentabilidade

Sim, consumidores estão dispostos a pagar mais por produtos sustentáveis!

Antes de comprar um produto rotulado como sustentável devemos entender o que este rótulo significa. O produto sustentável é aquele que foi produzido com critérios aliados a preocupações com os aspectos social, ambiental e econômico. Muitas vezes, esse produto, que tem uma pegada sustentável, foi produzido com variadas e longas etapas de pesquisa e tecnologia antes de chegar ao consumidor final.

Fatores como menor impacto de matéria prima, reaproveitamento das perdas de produção, utilização de energia alternativa, melhor impacto social e inovação são alguns dos coeficientes para o desenvolvimento do mesmo.

São tantas variáveis que podem ter envolvido um produto sustentável que só este rótulo, quando real, vale o interesse do consumidor para entender o porquê dele ser sustentável.

Por isso, hoje vamos explicar porque ter esse rótulo de sustentabilidade é tão importante em seus produtos.

Consumo Consciente

O escritor Philip Kotler, em seu livro “Marketing 3.0”, associa o Marketing à Sustentabilidade, no qual subdivide os consumidores do mercado de produtos e serviços sustentáveis em quatro segmentos: os inovadores de tendências, os que buscam valor agregado, os que combinam padrões e os compradores cautelosos. A dúvida que resta é: o Brasil já possui consumidores que se encaixam nestes perfis?

O consumidor tem se mostrado disposto a pagar mais por um produto que consome uma menor quantidade de recursos naturais em seu ciclo de vida, pois a sensibilização de consumo consciente está se enraizando aos poucos na cultura brasileira.

Mas, é importante ressaltar que, o consumidor consciente não é aquele que se priva do consumo confortável. Pelo contrário, é aquele individuo que quer consumir, mas entende que o bem deve ser reaproveitado ou reciclado. Portanto, ele entende que o produtor também deve ter estas preocupações em sua produção.

A Sustentabilidade e o Consumidor

Em recente estudo a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou o perfil do consumidor brasileiro, através de importantes indicadores que apontam os comportamentos de consumo, e que empresários dos setores da indústria e comércio devem ficar atentos.

A pesquisa aponta que 40% dos brasileiros considera relevante o impacto sobre o meio ambiente no momento da escolha dos produtos, sendo que 8% adicionais dão importância ao dano ambiental gerado na produção dos bens, dependendo da diferença de preço que esse fator gera.

Entretanto, o dado mais relevante da pesquisa para o varejo é que 50% dos consumidores estão dispostos a pagar mais por bens cuja produção é ambientalmente correta, e outros 17% comprariam, dependendo do preço.

Em resumo, 67% da população brasileira se importa com o meio ambiente na hora da compra (produtos orgânicos, produzidos com baixas emissões de poluentes e de resíduos, etc.).

Economia Circular

Mundo verde com árvore grande

O modelo de produção tradicional que segue a linha de extrair matéria prima, processá-la e descartar seus resíduos vêm sendo substituído por modelos mais eficientes como, por exemplo, a economia circular.

Este conceito de economia vem tomando força como diferencial competitivo, pois é um modelo econômico que propõe um reaproveitamento de tudo o que é produzido. A produção tem alta performance e os materiais (produtos, resíduos) tem alto nível de utilidade.

A Sustentabilidade como Ferramenta de Vendas

Uma das formas de encantar seus clientes e aumentar seu faturamento é treinar os vendedores. Na hora da venda eles devem utilizar informações ligadas aos processos sustentáveis, mostrando os impactos, a utilização em larga escala, seus benefícios e enfatizando que a escolha pela solução sustentável ajuda a construir um planeta melhor e não necessariamente custa mais.

Evelise Garcia Fard Evelise Garcia Fard
Consultora Sênior